top of page
Buscar
  • Foto do escritorfarmerscoffeemkt

Família Busato 

Produtor(es) | Producer(s): Edmar Busato, Sônia Busato, Igor Busato

Propriedade(s) | Properties: Sítio Santa Maria 

Cidade | Location: Distrito de Santa Maria - Marechal Floriano, Espírito Santo - Brasil

Área do Sítio | Area of the farm: 32 hectares 

Área Plantada | Area of coffee: 10 hectares 

Altitude: 800 a 980 metros - 980m café campeão do Leilão de nano lotes de cafés especiais tardios das Montanhas Capixabas  

Processos | Processing method:  Lavado e honey

Secagem | Drying method:  Terreiro Suspenso e coberto | Covered African beds

Colheita | Harvest time:  Junho a Dezembro | June to December 

Variedades | Varieties:  Catuaí 44 e 81; Catucaí Amarelo 2SL 

Prêmios e certificados | Awards and certifications: + de 30 prêmios | More than 30  

Outros cultivos | Other farm products: Tilápias e Banana da Terra consorciada com o café | Tilapia and intercropping  plantain 



História da família:

A história da família Busato começou em 1878 quando o Sr. Santo Busato, bisavô do Edmar,  desembarcou da Itália no Espírito Santo. Santo teve oito filhos, todos homens, e estes o ajudavam nas terras que ele adquiriu. Na época, o valor dos terrenos era irrisório e como Santo era um homem visionário, ele acabou por formar uma grande fazenda produtora de cafés e farinha de mandioca. Sim, a mandioca, aipim ou macaxeira - como são conhecidas pelo Brasil, compunha a renda familiar. Existe até hoje toda a estrutura montada para a produção que até então está desativada, mas segue nos planos da família Busato de ser reativada novamente. 

Um dos oito filhos de Santo, era Romano. Romano viveu toda sua vida em Marechal Floriano trabalhando com café e farinha de mandioca. Izidio, filho de Romano é o pai do Edmar. Edmar, hoje com 48 anos, é casado com Sônia e pai do Igor (23) e da Alice (20). Ao conversar com o Igor é possível ver que o amor pela lavoura chegou até a 5ª geração de produtores. O jovem fez ensino técnico em Agropecuária e cursou por dois anos a faculdade de Agronomia na UFV - Universidade Federal de Viçosa. Em 2020, na pandemia, retornou para o Espírito Santo para trabalhar na propriedade com o pai e a mãe. 

Edmar foi um dos pioneiros do café especial do Espírito Santo, em 2003 ele investiu no maquinário e hoje já totaliza 24 colheitas de café especial. Ele comenta que logo no começo, como era um mercado novo, não havia tanta demanda, mas com o tempo, essa demanda foi aumentando e ser pioneiro fez toda a diferença. No ano de 2015, a família Busato produziu 27 sacas de café 90+, Edmar nos conta isso com muita felicidade, mas adiciona que foi uma exceção à regra: “café especial não combina com quantidade. Sempre serão microlotes”. 

Hoje a família dispõe de uma estrutura completa tanto para despolpar e secar café quanto para torrar e embalar. Igor é um dos responsáveis direto por esse processo da torra. Eles investiram em um torrador e em toda a identidade visual da marca. Colocar em uma plataforma de e-commerce é uma das próximas metas. 

O trabalho da família é frequentemente reconhecido. O prêmio mais recente foi o 1º lugar no leilão de nano lotes de cafés especiais tardios das Montanhas Capixabas. Os Busatos já são bicampeões do leilão, vencendo em 2023 e 2024. A família coleciona certificações, no total já são mais de 30.

A família segue vivendo no coração de Marechal Floriano, cercada por matas. Afinal, mais de 50% dos 32 hectares estão preservados. O dia a dia é muito similar ao das inúmeras famílias parceiras da Farmers Coffee. Ao amanhecer, Sonia cuida da casa e todos vão para a lavoura, Sonia prepara o almoço e os três fazem as refeições juntos, Alice não mora na propriedade mais, está estudando Direito em outra cidade, mas aos finais de semana volta para ficar com a família. O café não é uma monocultura, isso não é um padrão das Montanhas Capixabas, aqui é muito comum ter plantios consorciados. Pés de banana da terra estão dispostos em meio a lavoura para ajudar na renda familiar, prover sombra e ser fonte de matéria orgânica. Um investimento recente também foi a piscicultura. A atividade aquícola também proporciona uma renda extra e a felicidade dos meninos.

Já na 5ª geração de produtores é possível compreender o que café significa para a família e entender uma parcela dos planos e metas da família Busato, mostrando que o futuro do café especial das Montanhas Capixabas está em boas mãos. 







11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page