top of page
Buscar
  • Foto do escritorfarmerscoffeemkt

Família Cezati

Produtor(es) | Producer(s): Francisco José Cezati, Jamilson Cezati e Andreia Amorim Silva 

Propriedades | Farms: Sítio Balança 

Localidade | Location: Balança, Castelo – Montanhas do Espírito Santo, Brazil

Altitude: 950m – 1200m

Processos | Processing method: Cereja descascado | Pulped Natural

Secagem | Drying method: Estufas e terreiro suspenso coberto | African beds and covered yard

Variedades | Varieties: Catucaí 785

Prêmios e certificados | Awards and certifications: 5° lugar no concurso municipal de cafés especiais de Castelo



História da família:


Francisco José Cezati, 71 anos, nasceu e cresceu sob a sombra dos galhos de café e literalmente aos pés do Parque Estadual do Forno Grande. A 950 metros de altitude está localizado o Sítio Balança, que na década de 50 pertencia aos pais de Francisco. Os Cezatis são descendentes de Italianos, assim como a maioria das famílias da região das Montanhas Capixabas e, tem no café a principal fonte de renda. Assim como seu pai, Jamilson Cezati sempre viveu na propriedade. 

Jamilson casou-se com Andreia e tiveram Lucas, que hoje tem 14 anos e frequenta diariamente a escola em Patrimônio do Ouro. Ocasionalmente Lucas ajuda os pais no manejo do café, mas a vontade do pequeno jovem é ingressar na Escola Técnica ou no Ifes (Instituto Federal do Espírito Santo) e poder levar conhecimento técnico e científico para as lavouras da família. Um parêntese muito importante é que o Lucas pretende fazer como muitos outros jovens capixabas - inclusive os proprietários da Farmers Coffee - conciliar a tradição e história à ciência e tecnologia. 

Jamilson conta que há três anos eles tomaram a decisão de produzir cafés especiais. A decisão da família aconteceu devido a uma inspiração na região: a vizinhança. Os produtores da Bateia, Pedregulho, Balança e Castelo começaram a investir em maquinário, infraestrutura e conhecimento para produzir cafés de qualidade. 

Eles tem alguns talhões espalhados pela fazenda que chegam a até 1.200 metros de altitude e fica bem pertinho da pedra do Forno Grande. A rotina da família é bem intensa, principalmente na época de colheita, que acontece de abril até final de novembro. (As fotos são do dia 17 de Novembro de 2023 e ainda haviam muitos frutos maduros e também verdes para colher). 

Francisco, Jamilson e Andreia acordam todos os dias às quatro da manhã. Andreia prepara o almoço e deixa as marmitas separadas enquanto Jamilson cuida do terreiro e da casa. Eles sobem de Tobatta e demoram aproximadamente  40 minutos para chegar na lavoura mais distante que fica no topo da propriedade. Cerca de três ou quatro vezes ao dia é preciso descer até a sede da fazenda para mexer os cafés na estufa, percorrendo o mesmo caminho. Faça sol ou faça chuva, Francisco, Jamilson e Andreia continuam se dedicando ao café todos os dias. 




Francisco José Cezati, 71 years old, was born and raised under the shade of coffee branches and literally at the base of Parque Estadual do Forno Grande. At an altitude of 950 meters, Sítio Balança is located, which in the 1950s belonged to Francisco's parents. The Cezatis are descendants of Italians, as are most families in the Montanhas Capixabas region, and their main source of income is coffee. Like his father, Jamilson Cezati has always lived on the property.

Jamilson married Andreia and they had Lucas, who is now 14 years old and goes to school every day in Patrimônio do Ouro. Occasionally Lucas helps his parents with managing the coffee, but his desire is to study at the IFES (Federal Institute of Espírito Santo) and be able to bring technical and scientific knowledge to the family's farms. A very important parenthesis is that Lucas intends to do, like many other young people from Espírito Santo - including the owners of Farmers Coffee - reconcile tradition and history with science and technology.

Jamilson says that three years ago they made the decision to produce specialty coffees. The family's decision was made due to an inspiration in the region: the neighborhood. Producers in Bateia, Pedregulho, Balança and Castelo began investing in machinery, infrastructure and knowledge to produce quality coffees.

They have some places across the farm that reach up to 1,200 meters in altitude and are very close to the Forno Grande stone. The family's routine is very intense, especially during the harvest season, which takes place from April to the end of November. (The photos are from November 17, 2023 and there were still many ripe and green fruits to harvest).

Francisco, Jamilson and Andreia wake up every day at four in the morning. Andreia prepares lunch and leaves the lunch boxes separated while Jamilson takes care of the yard and the house. They climb from Tobatta and take approximately 40 minutes to reach the furthest farm at the top of the property. About three or four times a day you have to go down to the farmhouse to stir the coffees in the covered yard, following the same path. Rain or shine, Francisco, Jamilson and Andreia continue to dedicate themselves to coffee every day.






24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page