top of page
Buscar
  • Foto do escritorfarmerscoffeemkt

Família Figueiredo





Produtor(es) | Producer(s): Oseir Figueiredo e Camila Barbosa

Propriedade(s) | Properties: Sítio Figueiredo 

Endereço | Location:  Santa Rita, Menino Jesus - Muniz Freire 

Área Plantada | Area of coffee: 20 hectares 

Altitude: 450 metros - 530 metros 

Processos | Processing method: Natural 

Secagem | Drying method:  Secador rotativo de fogo indireto - Secador de caixa 

Variedades | Varieties: A1, K61, LB1, verdinho, MP3, Bala, 2B, JC + P50, MC7, BS, R8, R22, CM1

Tempo de colheita | Harvest time: Junho - até o final de Julho

Irrigação| irrigation: 100%

Outros cultivos | Other farm products: Piscicultura | Tilapia




História da família 

O Sítio Figueiredo está na família há anos, os avós de Oseir moravam na fazenda e quando o avô dele faleceu, a avó decidiu vender a propriedade para aproveitar a aposentadoria. Oseir e o irmão Odair resolveram então adquirir a propriedade em 2007 para, inicialmente, investir na plantação de eucaliptos, o que é comum na região. Oseir tem formação técnica em Elétrica e atuou na área por 12 anos, ele viajava o mundo todo e quando comprou a propriedade em sociedade com o irmão, ainda seguia com o trabalho que tinha. Concomitantemente, decidiram plantar 3 mil pés de Robusta. Oseir conta que o plantio foi feito com sementes e somente em uma pequena área da propriedade. 

Depois de anos de dedicação ao eucalipto e a pequena área de café, a pandemia chegou. A vida tomou nova perspectiva e a família um novo destino. Decidiram se mudar para a propriedade em Muniz Freire. O café ganhou maior atenção aos olhos de Oseir e ele começou a investir no cultivo de Conilon e acabou comprando a porcentagem do irmão Odair que não tinha em seus planos a vida no Sítio Figueiredo. 

A região é conhecida pela produção de excelentes cafés, a altitude e a inclinação da propriedade são primordiais para uma bebida especial. Tendo isso em vista, a família contou com a assistência da prefeitura de Muniz Freire e com o SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) para começar a produzir cafés. 

Hoje, o eucalipto não é mais uma realidade, na verdade, serve para fornecer madeira para o fogo indireto do secador que eles planejaram e construíram.  As lavouras da família Figueiredo são ainda jovens, com uma média de 2 a 3 anos, mas com alta produtividade e com uma maturação uniforme. A colheita é toda seletiva pois apesar de se tratar de conilon, o terreno é bem inclinado. Oseir também investiu em irrigação, todo o café é irrigado por gotejamento. Ele construiu um lago com uma bomba para que seja feito por gravidade. 

Para complementar a renda, a Camila, esposa do Oseir, administra uma área de lazer com churrasqueira e piscina para receber eventos. Oseir, por outro lado, além da paixão por cafés, decidiu se dedicar à piscicultura, no cultivo de tilápias. 

Acompanhar a família Figueiredo de perto é um privilégio. O olhar empreendedor de Oseir é impressionante. Ele traduz a essência da Farmers Coffee: café é ciência, história e afeto. 


Family History

Sítio Figueiredo has been in the family for years. Oseir's grandparents lived on the farm and when his grandfather passed away, his grandmother decided to sell the property to enjoy her retirement. Oseir and his brother Odair decided to purchase the property in 2007 to initially invest in planting eucalyptus trees, which is common in the region. Oseir has a technical degree in Electrical Engineering and worked in the field for 12 years. He traveled all over the world and when he bought the property in partnership with his brother, he still continued with the job he had. At the same time, they decided to plant 3,000 Robusta trees. Oseir says that the planting was done with seeds and only in a small area of ​​the property.

After years of dedication to the eucalyptus and the small coffee area, the pandemic arrived. Life took on a new perspective and the family a new destiny. They decided to move to the property in Muniz Freire. Coffee gained more attention in Oseir's eyes and he began to invest in the cultivation of Conilon and ended up buying the percentage of his brother Odair, who had no plans to live on Sítio Figueiredo. The region is known for producing excellent coffees; the altitude and slope of the property are essential for a special drink. With this in mind, the family counted on the assistance of the city government of Muniz Freire and SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) to begin producing coffee. Today, eucalyptus is no longer a reality; in fact, it is used to provide wood for the indirect fire of the dryer that they planned and built. The Figueiredo family's crops are still young, with an average age of 2 to 3 years, but with high productivity and uniform maturation. The harvest is completely selective because, despite being conilon, the land is very steep. Oseir also invested in irrigation; all the coffee is irrigated by drip irrigation. He built a dam with a pump so that it can be done by gravity.

To supplement their income, Camila, Oseir's wife, manages an event area with a barbecue and a swimming pool to host events. Oseir, on the other hand, in addition to his passion for coffee, decided to dedicate himself to fish farming, raising tilapia.

It is a privilege to follow the Figueiredo family up close. Oseir's entrepreneurial outlook is impressive. He translates the essence of Farmers Coffee: coffee is science, history and affection.




218 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page