top of page
Buscar
  • Foto do escritorfarmerscoffeemkt

Família Marchioro


Produtor(es) | Producer(s): Marcos Marchioro e José Carlos Marchioro

Propriedade(s) | Properties: Sítio Córrego Saudoso

Cidade | Location: Vargem Alta

Altitude: 900 - 1000 m

Área do Sítio | Area of the farm: 42 ha

Área Plantada | Area of coffee: 16 ha (Coffea arabica), 14 ha (Coffea canephora)

Processos | Processing method: Natural e descascado | Natural and pulped

Secagem | Drying method: Terreiro coberto | Covered farmyard

Variedades | Varieties: Catuaí, 2SL, Centenária, Diamante e Vitória.

Outros cultivos | Other farm products: Banana

Prêmios e certificados | Awards and certifications: Participação em Concursos Municipais | Participation in Municipal Competitions


História da propriedade:


Heitor Marchioro chegou por volta de 1920 à região de Vargem Alta, onde cultivava batata, bicho-da-seda, cultivos para a subsistência e alguns pés de café. Com o tempo, a importância do café para a renda da família cresceu e passou a ser o principal cultivo da propriedade. O Senhor Policarpo Marchioro, filho de Heitor Marchioro, deu continuidade à tradição da cultura do café juntamente com seus filhos José Carlos Marchioro e Marcos Marchioro. Quando criança, Sr. Marcos tem lembranças de seu pai semear os grãos de café em troncos e tocos de café em decomposição no meio da mata até formar mudas para, então, plantá-las na lavoura. Tudo era muito simples, mas feito com muito carinho. Há cerca de 20 anos, pensando em melhorar a qualidade dos cafés começaram a dar mais atenção aos processos de pós-colheita, como descascar os frutos e secar em estufas cobertas. Daí pra frente, investir na qualidade foi um “caminho sem volta”, dando cada dia mais prazer em cultivar para família, assim como o reflexo na qualidade final da bebida. Quatro anos atrás, o Sr. Marcos e o Sr. José Carlos decidiram introduzir o café Conilon. No início, começaram colhendo cerca de 20 sacas, mas o negócio deu tão certo, que hoje já são mais de 100 sacas, motivo de muito orgulho!


Farm’s history:


Heitor Marchioro arrived at the Vargem Alta region around 1920, where he grew potatoes, silkworms, subsistence crops, and some coffee plants. Over time, the importance of coffee for the family's income increased, becoming the main crop on the property. Mr. Policarpo Marchioro, son of Heitor Marchioro, continued the tradition of coffee culture with his sons José Carlos Marchioro and Marcos Marchioro. As a child, Mr. Marcos remembers his father sowing coffee beans on logs and decaying coffee stumps in the middle of the forest until they form seedlings, then planting them in the fields. Everything was straightforward but done carefully. About 20 years ago, thinking about improving the quality of the coffees, they began to pay more attention to post-harvest processes, such as peeling the fruits and drying them in covered greenhouses. Since then, investing in quality has been a "no-return path," making each day more pleasant for the family and reflecting on the beverage's final quality. Four years ago, Mr. Mark and Mr. José Carlos decided to introduce Conilon coffee. In the beginning, they started by harvesting around 20 bags, but the business was so successful that today there are more than 100 bags, a source of great pride!




Fotos | Photos:






45 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page